Greenspan: crise nos EUA não acaba até moradias se estabilizarem

terça-feira, 9 de setembro de 2008 18:31 BRT
 

NOVA YORK, 9 de setembro (Reuters) - É difícil ver o fim da crise global de crédito antes de os preços de moradias pararem de cair, o que não deve ocorrer até o final deste ano ou começo de 2009, avaliou nesta terça-feira o ex-chairman do Federal Reserve Alan Greenspan.

Ele espera mais falências de bancos, em parte porque esses problemas foram muito raros durante o boom que precedeu a crise.

"Vamos ver, inevitavelmente, um nível mais normal de falências de bancos comerciais", disse à rede de televisão CNBC. Greenspan acrescentou que a inflação seria um problema muito maior não fosse o declínio imposto pela crise financeira.

Uma vez que as turbulências terminem, é provável que o aumento dos preços ganhe força. "Acho que veremos uma retomada da inflação", disse.

(Por Pedro Nicolaci da Costa e John Parry)