BOLSA EUROPA-Petrolíferas e Sanofi-Aventis sustentam alta

terça-feira, 9 de outubro de 2007 08:27 BRT
 

Por Ana Nicolaci da Costa

LONDRES, 9 de outubro (Reuters) - As bolsas de valores da Europa operavam em alta nesta terça-feira, apoiadas por ganhos com ações de petrolíferas e do laboratório farmacêutico Sanofi-Aventis (SASY.PA: Cotações).

As ações da companhia francesa subiam quase 3 por cento, ampliando ganhos de 2 por cento registrados na véspera quando os papéis avançaram com rumores do mercado que afirmam que a Pfizer (PFE.N: Cotações) está buscando comprar participações dos principais acionistas da Sanofi.

A Iberdrola (IBE.MC: Cotações) registrava valorização de mais de 2 por cento, depois que uma informação publicada na mídia apontou que a divisão de energia renovável da companhia espanhola, que deve ter ações listadas em bolsa no quarto trimestre, vale mais do o esperado.

Além disso, os dados de emprego mais fortes que o esperado nos Estados Unidos, conforme divulgação da semana passada, reduziram as chances de um novo corte do juro no país pelo Federal Reserve em breve e os temores de que o crescimento econômico foi seriamente atingido.

"O que temos visto depois dos atuais dados econômicos é algum retorno (dos investidores) ao mercado", disse Achim Matzke, analista de índices de bolsas européias, acrescentando que as preocupações com crédito foram reduzidas.

O distribuidor holandês de componentes elétricos Hagemeyer HAGN.AS saltava quase 9 por cento, depois de oferta de aquisição por 2,5 bilhões de euros feita pelo grupo francês Sonepar. A operação reforça o retorno da atividade de fusões e aquisições depois de breve pausa quando os mercados de créditos foram atingidos pelas turbulências geradas pela crise imobiliária norte-americana.

Também em alta, as ações das petrolíferas BP (BP.L: Cotações), Royal Dutch Shell (RDSa.L: Cotações) e BG Group BG.L avançavam entre 1,5 e 2,1 por cento, com a confiança dos investidores na forte demanda.

Com isso, o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3, que reúne os principais mercados europeus, exibia valorização 0,26 por cento, a 1.583 pontos.   Continuação...