Venda da Alitalia pode ser completada em um mês, diz fonte

terça-feira, 9 de outubro de 2007 10:25 BRT
 

Por Alberto Sisto

ROMA (Reuters) - O presidente do conselho da Alitalia, Maurizio Prato, espera que a venda dos 49,9 por cento de participação do governo italiano na companhia aérea seja completada em um mês, afirmou uma fonte sindical nesta terça-feira.

A Alitalia listou seis potenciais investidores para uma segunda tentativa de encontro de interessado em participar da recuperação da companhia.

As ações da Alitalia subiram 4 por cento depois que a empresa afirmou que estaria em negociações com a Aeroflot, Air France-KLM, Lufthansa, a empresa de investimentos TPG [TPG.UL], a Air One e um grupo assessorado por Antonio Baldassare.

A deficitária companhia aérea italiana, com valor estimado em cerca de 1,13 bilhão de euros (1,59 bilhão de dólares), disse que planeja "avaliar o interesse" dos integrantes da lista para a aquisição da participação estatal. Uma fonte do setor financeiro disse que todas as opções estão abertas.

O presidente do conselho da Alitalia falou aos sindicatos de trabalhadores da companhia nesta terça-feira e informou "ter confiança de que uma solução será encontrada em um mês", afirmou uma fonte sindical.

No mês passado, Prato disse que o processo que ele chamou de "sondagem" por compradores chegaria a etapas decisivas em meados de novembro.

O governo italiano têm sofrido pressão para vender sua parte na estatal rapidamente. A Alitalia prevê prejuízo de cerca de 400 milhões de euros em 2007, sem considerar itens especiais.

A russa Aeroflot informou que ainda não recebeu convite para fazer uma oferta. A Air France-KLM, antiga parceira comercial da Alitalia, não mostrou interesse pelo leilão, mas divulgou que poderia se interessar se as condições mudarem.   Continuação...