ATUALIZA-Merrill Lynch eleva preço-alvo de ações da Vale

terça-feira, 9 de outubro de 2007 13:18 BRT
 

(Texto atualizado com detalhes do relatório)

SÃO PAULO, 9 de outubro (Reuters) - A corretora Merrill Lynch elevou nesta terça-feira o preço-alvo para os ADRs da Companhia Vale do Rio Doce (RIO.N: Cotações)RIO_p.N, segundo relatório distribuído a clientes e obtido pela Reuters. A recomendação para os papéis da empresa foi mantida em "compra".

A instituição elevou o preço-alvo da preferencial e da ordinária de 33 dólares por ADR para 42 dólares por ADR. Para a ordinária (RIO.N: Cotações), o potencial de alta é de 26 por cento e para a preferencial RIO_p.N é de 50 por cento.

A corretora cita como principais motivos para a mudança uma revisão do valor líquido dos ativos (NAV, na sigla em inglês) da Vale para 2008, aumentando-os para 35 dólares por ADR, e um prêmio de 20 por cento concedido sobre esse valor para refletir a situação das rivais BHP (BLT.L: Cotações) e Rio Tinto (RIO.L: Cotações).

"Acreditamos que os investidores devem pagar um prêmio pelo valor líquido dos ativos da Vale, pois há chance de alta nos preços dos metais por conta da fraqueza do dólar, diversificação geográfica e de produção, menor volatilidade no fluxo de caixa, com maior exposição ao minério de ferro, e projetos não sancionados", informa a corretora no relatório.

A Merrill Lynch aponta que a Vale possui a maior exposição ao minério de ferro dentre as três maiores mineradoras do mundo e que estima em 30 por cento o piso para as negociações de reajuste nos preços da commodity.

A Merrill observa também que a Vale deve anunciar nas próximas semanas plano de investimentos para 2008 que deve constar valores acima dos 9 bilhões de dólares previstos pela corretora, o que mostrará um forte conjunto de projetos de crescimento.

"Acreditamos que os investimentos em 2008 devem ficar acima de 10 bilhões de dólares, maior do que nossas estimativas de 9 bilhões de dólares e dos 7 bilhões de dólares aplicados em 2007."