Fed destaca apoio unânime para cortar juro em setembro

terça-feira, 9 de outubro de 2007 16:09 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - Todos os membros do comitê do Federal Reserve que define o juro dos Estados Unidos concordaram que um corte de 0,50 ponto percentual era necessário para proteger a economia dos problemas de crédito e de uma intensificação da crise imobiliária, mostrou a ata da reunião de 18 de setembro.

"Para ajudar a evitar alguns dos efeitos adversos na economia que de outra forma poderiam aparecer, todos os membros concordaram que um corte de 0,50 ponto era a medida mais prudente", mostrou a ata, divulgada nesta terça-feira.

Os membros do Fed consideraram que a redução do juro básico poderia ajudar a contrabalançar os efeitos sobre a economia do aperto nas condições financeiras.

Na reunião do mês passado, o Fed cortou o juro básico para 4,75 por cento, surpreendendo boa parte do mercado que esperava uma redução mais modesta.

A ata mostrou ainda que, à ocasião, o Fed viu a situação econômica repleta de incerteza. Os formuladores de política monetária acreditaram que os riscos estavam pendentes para uma desaceleração da atividade, mas também notaram que em outros momentos a economia enfrentou problemas financeiros com efeitos adversos apenas limitados.

Ao mesmo tempo, o Fed avaliou que o crédito mais apertado poderia restringir o crescimento à frente e mostrou preocupação de que qualquer problema adicional nos mercados pudesse intensificar os riscos.

O Fed discutiu "opções adicionais de política" para enfrentar as dificuldades do mercado aberto, mas não foram tomadas decisões.

(Por Mark Felsenthal)