June 9, 2008 / 12:01 PM / 9 years ago

Mercado eleva estimativas para inflação e juro em 2008

2 Min, DE LEITURA

<p>Operadores em S&atilde;o Paulo, foto de arquivo REUTERS. Photo by Caetano Barreira</p>

SÃO PAULO (Reuters) - O mercado financeiro brasileiro elevou mais uma vez suas estimativas para a inflação e o juro em 2008, de acordo com pesquisa semanal divulgada nesta segunda-feira.

No levantamento feito pelo Banco Central, os analistas consultados elevaram para 5,55 por cento, ante 5,48 por cento, a estimativa para a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Para 2009, a estimativa para o IPCA foi mantida em 4,60 por cento.

A estimativa para o patamar da taxa de juros ao final do ano subiu de 13,75 por cento para 14 por cento.

Na semana passada, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC elevou a taxa básica de juro pela segunda vez consecutiva, para 12,25 por cento.

Para o próximo ano, as projeções continuam indicando um juro básico de 12,50 por cento em dezembro.

A estimativa dos analistas e empresas consultadas para a taxa de câmbio ao final do ano ficou estável em 1,70 real por dólar. Para o final de 2009, a taxa passou de 1,77 real para 1,78 real por dólar.

As estimativas para a taxa de crescimento da economia brasileira continuam positivas. Os analistas acreditam que o Produto Interno Bruto (PIB) deve crescer 4,77 por cento em 2008, um pouco acima da estimativa passada, de 4,75 por cento de expansão.

Para o próximo ano, os cálculos continuam indicando um crescimento de 4 por cento para a economia do país.

Por Renato Andrade

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below