Paraguai aprova diretores para Itaipu e Yacyretá

quinta-feira, 9 de outubro de 2008 20:09 BRT
 

ASSUNÇÃO, 9 de outubro (Reuters) - O Senado paraguaio aprovou na quinta-feira a nomeação dos diretores das usinas hidroelétricas binacionais de Itaipu e Yacyretá, que o país compartilha com Brasil e Argentina, respectivamente, informou a imprensa local.

A Câmara alta ratificou, em uma sessão reservada, o advogado e ex-senador Carlos Mateo Balmelli para a direção de Itaipu, uma das usinas mais potentes do mundo, e o engenheiro Carlos Cardozo para Yacyretá.

Os dois foram designados pelo presidente Fernando Lugo e já ocupavam a direção das centrais de maneira temporária desde meados de agosto.

A confirmação dos funcionários permitirá ao novo governo paraguaio intensificar seus esforços para conseguir maiores benefícios para as centrais hidroelétricas.

Lugo, um ex-bispo católico que completará dois meses de mandato na próxima semana, prometeu recuperar a "soberania energética do país", durante a campanha eleitoral que o levou à Presidência.

Lugo e o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, entraram em acordo há algumas semanas para iniciar as negociações sobre Itaipu, que produz cerca de 20 por cento da energia elétrica consumida pelo Brasil.

O Paraguai pede ao Brasil um melhor preço pela energia, além da liberdade de comercializar o seu excedente com outros países e a redução dos juros de uma dívida que a usina possui com a empresa estatal brasileira de eletricidade.

O governo paraguaio também iniciou negociações com autoridades argentinas com o objetivo de concluir as obras complementares de Yacyretá, cujo atraso impede a usina de atingir seu potencial máximo, além de chegar a um acordo sobre a dúvida que possui com Buenos Aires.

(Reportagem de Mariel Cristaldo)