BOLSA EUROPA-Varejistas derrubam mercados

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008 09:00 BRST
 

FRANKFURT, 9 de janeiro (Reuters) - As bolsas européias tinham um início de quarta-feira em baixa, derrubadas pelas ações de varejistas depois que a britânica Marks & Spencer MKS.L reportou seu pior desempenho trimestral em dois anos e também pelos sinais mais fortes de uma recessão nos Estados Unidos.

A maior rede de varejo em vestuário da Grã-Bretanha perdia mais de 16 por cento depois de anunciar que as vendas em suas lojas no Reino Unido haviam caído 2,2 por cento no terceiro trimestre findo em 29 de dezembro.

As 8h52 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3, que engloba as principais ações européias, perdia 1,04 por cento, para 1.451 pontos.

Os investidores estão cada vez mais nervosos acerca dos sinais de que os problemas no mercado global de crédito estariam começando a afetar a economia real.

Na quarta-feira, dados mostraram que as vendas de varejo na Alemanha caíram inesperadamente, em 1,3 por cento em novembro, a segunda queda mensal seguida.

"Certamente há alguma redução de lucro envolvida com as tentativas de amortecimento de perdas das empresas", afirmou Klaus Schruefer, chefe de estratégia de investimento da SEB.

Na terça-feira a operadora de telefonia norte-americana AT&T (T.N: Cotações) alertou sobre os gastos moderados dos consumidores, derrubando as ações da empresa em 4,8 por cento e alimentado os medos de uma recessão no país.

As ações de bancos tinham mais um dia de perdas. Barclays (BARC.L: Cotações), Royal Bank of Scotland (RBS.L: Cotações) e Credit Suisse CSGN.VX recuavam entre 1 e 3 por cento.

As ações de petrolíferas também tinham desvalorização, com destaque para a BP (BP.L: Cotações) e a Royal Dutch Shell (RDSa.L: Cotações).   Continuação...