ANÁLISE-Mercado acionário fraco pode abater consumidor dos EUA

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008 17:04 BRST
 

Por Emily Kaiser

WASHINGTON (Reuters) - O mercado acionário pode ser o fator decisivo para a economia norte-americana entrar ou não neste ano em uma recessão puxada pelo consumidor.

Grande parte da angústia gerada pela ameaça aos gastos das famílias tem como foco o problemático mercado de moradias. Mas a história sugere que os consumidores poderiam suportar um golpe duro contra suas riquezas, já um ataque duplo poderia ser desastroso.

Desse modo, se as ações continuarem recuando os gastos finalmente serão atingidos.

Peter Ireland, professor de economia da Faculdade de Boston e ex-pesquisador do Federal Reserve de Richmond, disse que até recentemente os proprietários de moradias afetados pela queda do valor dos seus imóveis podiam encontrar um consolo no mercado de ações, que conseguiu terminar um tumultuoso ano de 2007 com ganhos, ainda que pequenos.

Com as bolsas de valores norte-americanas no seu pior início de ano na história agora em 2008 e um crescente número de economistas esperando uma recessão, as famílias podem começar a se preocupar e a tomar medidas que não tomavam há anos --gastar menos do que têm de orçamento.

"Os consumidores norte-americanos estão jogando um jogo no qual eles poupam, de uma certa forma, sem poupança, confiando nos ganhos de capital", afirmou Ireland.

"A grande pergunta que existe é quanto tempo isso vai durar? Se chegarmos ao ponto em que os consumidores comecem a sentir que o único jeito de economizar é fazer da maneira antiga... isso pode tornar 2008 um ano mais difícil do que esperávamos."

Investidores e economistas estão atentos aos gastos do consumidor porque eles são responsáveis por mais de dois terços da atividade econômica dos EUA. Se os gastos das famílias caírem, isso levaria a economia a uma recessão.   Continuação...