9 de Janeiro de 2008 / às 19:27 / 10 anos atrás

Masp recebe obras roubadas e promete segurança de última geração

<p>Policiais protegem o quadro de Pablo Picasso's 'Retrato de Suzanne Bloch' e a obra de Candido Portinari 'O Lavrador de Caf&eacute;r' durante entrevista coletiva, nesta quarta-feira, no Museu de Arte de S&atilde;o Paulo. Photo by Stringer</p>

Por Fernanda Ezabella

SÃO PAULO (Reuters) - O novo sistema de segurança do Museu de Arte de São Paulo (Masp), doado por um grupo de empresas, contará com 48 equipamentos de última geração, que só serão instalados nas próximas semanas, afirmou a assessoria da companhia responsável.

A LG Security System, uma divisão da LG Eletronics, afirmou que o museu terá câmeras robotizadas antivandalismo e antichuva do lado de fora, sensores de voz em algumas obras para evitar a aproximação de visitantes e microcâmeras com infravermelho em todos os acessos do prédio.

Segundo a assessoria de imprensa da LG, ainda estão sendo definidos detalhes como quais obras terão os sensores e que tipo de câmera terá cada sala.

O Masp anunciou o novo sistema nesta quarta-feira, mesmo dia em que a Polícia Civil devolveu os quadros “Retrato de Suzanne Bloch”, do pintor espanhol Pablo Picasso, e “O Lavrador de Café”, de Cândido Portinari, encontrados na terça-feira em uma casa em Ferraz de Vasconcelos, região metropolitana da capital.

As obras foram devolvidas ao Masp em uma operação nesta manhã, que contou com mais de 10 viaturas da polícia, helicóptero e homens armados de fuzis. Curiosos que se aglomeraram no vão livre do museu aplaudiram a chegada dos quadros.

O pacote de doação ao Masp, que não teve divulgado valores nem os nomes das empresas, inclui um reforço na segurança física a cargo da GP Guarda Patrimonial.

Enquanto as novidades não chegam, o museu atualizou seus equipamentos antigos, como câmeras e alarmes, para a reabertura ao público na sexta-feira.

O roubo no Masp em dezembro, por três ladrões com um macaco hidráulico e um pé-de-cabra, gerou críticas sobre a fragilidade da segurança e da administração do museu.

A segurança era feita por homens desarmados, e as obras -- avaliadas em 55 milhões de dólares -- também não tinham alarmes ou sensores. Antes do roubo, duas tentativas foram feitas, supostamente pelos mesmos ladrões, segundo a polícia.

DENÚNCIAS

Apesar do clima de alívio pela recuperação das obras, a administração do museu também enfrenta denúncias de funcionários sobre o descaso com o edifício do Masp, um cartão-postal da cidade.

Segundo três funcionários, que pediram para não ter seus nomes divulgados, o Masp teria três pontos de goteiras nos dias de chuva e ainda funcionaria sem a presença de bombeiros.

O presidente do Masp, Julio Neves, nega as goteiras, mas admitiu a falta de bombeiro. Disse que o museu está “fazendo todas as revisões junto com o Corpo de Bombeiros”.

Pouco também foi dito sobre o andamento das investigações do roubo.

Sobre a informação de que houve um pedido de resgate de 10 milhões de dólares pelas obras e que os bandidos receberiam 5 milhões de reais pelo serviço, publicada pelo jornal Estado de São Paulo, o secretário Estadual de Segurança Pública, Ronaldo Marzagão, não confirmou, nem negou.

Disse apenas que “as investigações são sigilosas”.

O governo federal e a Prefeitura demostraram interesse em participar do conselho do museu. O Ministério Público Estadual analisa documentos contábeis do Masp para avaliar suas dívidas e se pode funcionar sem uma intervenção.

Neves chamou os que defendem uma intervenção no museu de “oportunistas”, mas afirmou que toda ajuda é bem-vinda.

Arquiteto há mais de 10 anos na presidência do Masp, Neves repetiu que não será mais candidato após o fim do seu mandato em outubro.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below