BOVESPA-Em ajuste após feriado, índice recua dos 59 mil pontos

quinta-feira, 10 de julho de 2008 11:15 BRT
 

SÃO PAULO, 10 de julho (Reuters) - A Bolsa de Valores de São Paulo registrava queda nesta quinta-feira, com os investidores ajustando os preços às perdas dos mercados internacionais na véspera, quando não houve negócios na praça paulista devido a feriado local.

Às 11h15, o Ibovespa .BVSP assinalava queda de 1,23 por cento, aos 58.776 pontos. O giro financeiro somava 1,3 bilhão de reais e sinalizava um dia de movimento consistente.

"Os investidores, especialmente os estrangeiros, voltaram do feriado com grande apetite para vendas", disse Luiz Roberto Monteiro, assessor de investimentos da corretora Souza Barros.

O movimento era puxado pelas ações de maior peso no Ibovespa. As preferenciais da Petrobras PETR4.SA caíam 3,25 por cento, a 39,29 reais.

Para operadores, a notícia de que funcionários da companhia podem entrar em greve na próxima semana, parando a produção de 80 por cento do petróleo produzido no país, acrescentavam pessimismo aos negócios.

As ações preferenciais da Vale (VALE5.SA: Cotações) engrossavam o movimento, recuando 2,85 por cento, valendo 42,30 por cento.

O índice chegou a recuar 2 por cento logo nos primeiros minutos do pregão, próximo dos 2,08 por cento de baixa apurado pelo Dow Jones .DJI, da Bolsa de Nova York, na véspera.

Mas o efeito de notícias corporativas animadoras sobre Wall Street amortecia as ordens de venda de ações na Bovespa. A rede Wal-Mart (WMT.N: Cotações) reportou alta de vendas acima das expectativas em lojas nos Estados Unidos e elevou a estimativa de lucro para o segundo trimestre. E a Dow Chemical (DOW.N: Cotações) anunciou a compra da rival Rohm and Haas ROH.N por 18,8 bilhões de dólares.

(Reportagem de Aluísio Alves; Edição de Cláudia Pires)