BOLSA EUROPA-Índice fecha em pior nível desde junho de 2006

segunda-feira, 10 de março de 2008 14:58 BRT
 

LONDRES, 10 de março (Reuters) - Os mercados europeus fecharam em queda nesta segunda-feira, com a intensificação dos temores de que a crise de crédito pode induzir mais prejuízos nos bancos e além do setor, desaquecendo economias e afetando a demanda por metais.

O índice FTSEurofirst 300 .FTEU3, que acompanha as principais ações da Europa, caiu 1,15 por cento para 1.254 pontos, seu pior nível de fechamento desde junho de 2006.

Bancos e papéis de mineradoras foram os que mais contribuíram para a baixa do índice, com o UBS UBSN.VX caindo 4 por cento, o BNP Paribas (BNPP.PA: Cotações) cedendo 2,4 por cento e Credit Suisse CSGN.VX recuando 3,2 por cento.

As três piores quedas do FTSEurofirst 300 foram as mineradoras Rio Tinto (RIO.L: Cotações), BHP Billiton (BLT.L: Cotações) e Anglo American (AAL.L: Cotações), que perderam entre 4 e 6 por cento, derrubada pela baixa no preço do cobre.

"Os investidores estão preocupados com sinais de que o sistema financeiro não está sendo capaz de voltar ao normal sozinho, e os balanços fora desse setor agora irão sofrer os efeitos também", afirmou John Haynes, estrategista no Rensburg Sheppard Investment Management.

"Pela lógica os fundos hedge devem ser as próximas vítimas juntamente com os investidores que lidam com eles, os prime brokers, que fornecem o capital".

"Cortes nos juros não são suficientes -- isso está começando a sair da alçada do Fed", acrescentou.

Nos Estados Unidos os principais índices operavam em queda nesta tarde, com os operadores falando sobre uma empresa de Wall Street pesando preocupações de liquidez, derrubando o setor.

Em LONDRES, o índice Financial Times .FTSE fechou em queda de 1,24 por cento, a 5.629 pontos.   Continuação...