10 de Setembro de 2008 / às 10:57 / em 9 anos

PANORAMA1-PIB e Copom dividem espaço com tensão externa

SÃO PAULO, 10 de setembro (Reuters) - Importantes divulgações sobre a economia brasileira rivalizam nesta quarta-feira com o panorama global conturbado, que já estava na mira dos investidores e tende a continuar com a divulgação dos resultados do Lehman Brothers LEH.N.

O Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre abre a sessão juntamente com dois indicadores de inflação preliminares do mês de setembro (IPC-Fipe, que mostrou aceleracção da alta a 0,47 por cento, e IGP-M). A decisão sobre a Selic encerra o dia.

A aversão ao risco atingiu em cheio os mercados financeiros mundiais na véspera e o Brasil não escapou. Nesse cenário mais deteriorado, foram mantidas as previsões de que o Copom vai elevar a taxa básica de juro em 0,75 ponto percentual, para 13,75 por cento ao ano.

Entre as justificativas para a aposta está a avaliação de que o PIB continuou robusto no segundo trimestre e no início deste terceiro.

A previsão de analistas consultados pela Reuters é de que a economia cresceu 1,1 por cento frente ao primeiro trimestre e 5,5 por cento em relação ao ano passado. A conferir.

Para a agenda do dia, clique [nN09293979]

Veja como encerraram os principais mercados na terça-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,773 real, em alta de 2,19 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 3,638 bilhões de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa perdeu 4,5 por cento, a 48.435 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 5,04 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros despencou 7,06 por cento, a 27.594 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam em alta na BM&F. O DI janeiro de 2010 subiu a 14,82 por cento, enquanto o DI janeiro de 2012 avançou a 14,25 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, caía para 131,625 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,46 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil avançava 16 pontos, a 270 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 330 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI perdeu 2,43 por cento, a 11.230 pontos. O Nasdaq .IXIC caiu 2,64 por cento, para 2.209 pontos. O índice S&P 500 .SPX despencou 3,41 por cento, aos 1.224 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subia e o rendimento recuava para 3,59 por cento no final da tarde ante 3,69 por cento na segunda-feira.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Por Daniela Machado; Edição de Vanessa Stelzer

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below