PANORAMA1-PIB e Copom dividem espaço com tensão externa

quarta-feira, 10 de setembro de 2008 07:56 BRT
 

SÃO PAULO, 10 de setembro (Reuters) - Importantes divulgações sobre a economia brasileira rivalizam nesta quarta-feira com o panorama global conturbado, que já estava na mira dos investidores e tende a continuar com a divulgação dos resultados do Lehman Brothers LEH.N.

O Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre abre a sessão juntamente com dois indicadores de inflação preliminares do mês de setembro (IPC-Fipe, que mostrou aceleracção da alta a 0,47 por cento, e IGP-M). A decisão sobre a Selic encerra o dia.

A aversão ao risco atingiu em cheio os mercados financeiros mundiais na véspera e o Brasil não escapou. Nesse cenário mais deteriorado, foram mantidas as previsões de que o Copom vai elevar a taxa básica de juro em 0,75 ponto percentual, para 13,75 por cento ao ano.

Entre as justificativas para a aposta está a avaliação de que o PIB continuou robusto no segundo trimestre e no início deste terceiro.

A previsão de analistas consultados pela Reuters é de que a economia cresceu 1,1 por cento frente ao primeiro trimestre e 5,5 por cento em relação ao ano passado. A conferir.

Para a agenda do dia, clique [nN09293979]

Veja como encerraram os principais mercados na terça-feira:   Continuação...