ATUALIZA-Estoques no atacado dos EUA crescem menos que previsto

quarta-feira, 10 de outubro de 2007 12:12 BRT
 

(Texto reescrito com mais detalhes e comentário de analista)

WASHINGTON, 10 de outubro (Reuters) - Os estoques no atacado dos Estados Unidos cresceram apenas 0,1 por cento em agosto, menos que o esperado, por conta da redução dos estoques de bens não-duráveis, informou o governo norte-americano nesta quarta-feira.

Analistas de Wall Street esperavam avanço de 0,3 por cento nos estoques em agosto, após alta de 0,2 por cento em julho.

Em um sinal de continuação da crise no setor imobiliário, as vendas de madeira e móveis caíram fortemente em agosto, com elevação dos estoques.

"Os dados de agosto refletem a manutenção da postura cautelosa das empresas com a administração de seus estoques em meio a uma economia em desaceleração", afirmou Joseph Brusuelas, economista-chefe da IDEAglobal, em Nova York.

As vendas subiram 0,4 por cento em agosto, ante dado revisado para cima para 0,2 por cento no mês anterior.

A relação entre estoques e vendas --que indica com que rapidez os estoques serão esvaziados no atual ritmo de vendas-- permaneceu na mínima recorde de 1,11 mês em agosto.

Os estoques de bens duráveis subiram 0,4 por cento, com o maior incremento em equipamentos de informática e automóveis.

Os estoques de automóveis aumentaram 2,4 por cento, com alta de 0,5 por cento das vendas. A relação entre estoques e vendas no setor subiu para 1,40 mês, maior nível desde outubro de 2006.