BOVESPA-Estrangeiro volta às compras e índice supera 60 mil pts

quinta-feira, 10 de julho de 2008 13:14 BRT
 

SÃO PAULO, 10 de julho (Reuters) - Uma repentina mudança de posição de investidores fazia a Bolsa de Valores de São Paulo se recuperar da abertura negativa e operar no azul nesta quinta-feira.

Depois de ter chegado a cair 2 por cento nos primeiros minutos do pregão, às 13h10 o Ibovespa .BVSP apontava valorização de 1,14 por cento, aos 60.216 pontos.

O giro financeiro na bolsa era de 3,3 bilhões de reais, bem cima da média diária recente para este horário.

"De repente, há muitas ordens de compra de ações, aparentemente de investidores estrangeiros", disse André Hanna Farath, operador da corretora Interfloat.

Mesmo com um dia de alta nas cotações do petróleo, ações de empresas cujos custos são pressionados com o avanço da commodity eram os destaques positivos da sessão.

Os papéis preferenciais da TAM TAMM4.SA lideravam o movimento, disparando 10,55 por cento, para 28,40 reais, mesmo depois da notícia de que a nota de crédito da companhia foi rebaixada pela agência Standard & Poor's.

Na mesma direção, as preferenciais da GOL GOLL4.SA exibiam ganho de 6,7 por cento, a 15,13 reais.

Outro destaque eram as preferenciais da Braskem BRKM5.SA, com avanço de 7,2 por cento, a 12,59 reais. Na quarta-feira, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a aquisição dos ativos petroquímicos do grupo Ipiranga por Braskem e Petrobras.

"Isso permitirá acelerar a captura das sinergias já identificadas, com valor presente líquido calculado em 1,1 bilhão de dólares", disse a companhia em comunicado.

A recuperação do Ibovespa só não era maior devido ao fraco desempenho de suas ações mais importantes. As preferenciais da Vale (VALE5.SA: Cotações) caíam 0,7 por cento, a 43,23 reais, enquanto as preferenciais da Petrobras (PETR4.SA: Cotações) recuavam 1,2 por cento, cotadas a 40,14 reais.

(Reportagem de Aluísio Alves; Edição de Daniela Machado)