Divergência sobre metas tira Casseb do Pão de Açúcar

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007 12:57 BRST
 

Por Alberto Alerigi Jr.

SÃO PAULO (Reuters) - Divergências sobre as metas a serem perseguidas pelo grupo Pão de Açúcar em 2008 causaram a saída de Cássio Casseb da presidência da companhia, informou a empresa.

O executivo --ex-presidente do Banco do Brasil e que havia ingressado no Pão de Açúcar em 2006-- foi retirado do cargo por decisão do Conselho de Administração, anunciou o grupo varejista em fato relevante nesta segunda-feira.

"A companhia está altamente voltada para resultados. As mudanças introduzidas por Cássio Casseb foram muito importantes, trouxeram ganhos para a empresa em alguns segmentos, mas em compensação os resultados foram relativamente fracos", informou a assessoria de imprensa do Pão de Açúcar ao ser questionada sobre o motivo do afastamento do executivo.

"Para 2008, a empresa quer ter uma performance mais agressiva e o não compartilhamento dessas metas foi o motivo da saída", acrescentou a assessoria sem informar os objetivos da companhia para o próximo ano.

O grupo deve eleger um sucessor para Casseb até a próxima sexta-feira, segundo comunicado assinado pelo presidente do Conselho, Abílio Diniz.

Casseb ingressou no Pão de Açúcar em meio ao processo de profissionalização na gestão da empresa comandada até então pela família Diniz.

No terceiro trimestre, o lucro do Pão de Açúcar, que tem a rede francesa Casino como acionista, cresceu 10,2 por cento em relação ao mesmo período do ano passado, para 35 milhões de reais. O resultado marcou a primeira melhora no desempenho da empresa após cinco trimestres de queda no lucro.

Neste ano, o Pão de Açúcar perdeu a liderança no varejo brasileiro para o Carrefour, que comprou a rede Atacadão.   Continuação...