Irã alerta que resposta a ataque de Israel será "dolorosa"

terça-feira, 10 de junho de 2008 07:27 BRT
 

TEERÃ (Reuters) - O ministro da Defesa iraniano, Mostafa Mohamad Najjar, alertou Israel na terça-feira que a resposta a um ataque militar contra o programa nuclear da República Islâmica será "muito dolorosa".

Na sexta-feira, o ministro israelense dos Transportes, Shaul Mofaz, disse a um jornal israelense que um ataque contra o Irã parece "inevitável" dado o aparente fracasso das sanções impostas pela Organização das Nações Unidas (ONU) para negar ao Irã o acesso à tecnologia com potencial de levar à construção de armas atômicas.

Questionado sobre os comentários de Mofaz, Najjar teria dito ao jornal estatal iraniano: "Nossas Forças Armadas estão no nível mais alto de sua preparação, e se alguém quiser tomar uma ação tão tola, a resposta será muito dolorosa".

Os comentários de Mofaz ajudaram os preços do petróleo a subir quase 9 por cento para o recorde de 139 dólares o barril na sexta-feira.

Alguns comentaristas políticos israelenses acusaram Mofaz de fazer os comentários visando ambições políticas pessoais.

Najjar disse que autoridades israelenses "vez por outra dizem coisas que se juntam a um monte de tolices".

O Irã, que desafiou as pressões ocidentais para suspender seus trabalhos atômicos, exigiu que o Conselho de Segurança da ONU tome medidas contra os comentários de Mofaz.

Os Estados Unidos acusam o Irã de construir uma bomba nuclear em segredo. Teerã afirma que seu programa nuclear visa somente a geração de energia para atender as demandas da economia do país, rico em petróleo.

(Reportagem de Hashem Kalantari)