BOLSA EUROPA-Ações avançam com alta no setor bancário

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007 09:53 BRST
 

Por Blaise Robinson

PARIS, 10 de dezembro (Reuters) - As bolsas de valores da Europa reverteram perdas sofridas mais cedo ajudadas por ações do setor bancário depois que anúncio do UBS UBSN.VX de injeção de capital e de baixa contábil de 10 bilhões de dólares lançou mais luz sobre a exposição da indústria ao tumultuado setor de hipotecas de risco dos Estados Unidos.

Também motivando o bom humor dos mercados, a Lafarge LAFP.PA, maior produtora de cimento do mundo, disparava mais de 11 por cento depois que investidores viram com bons olhos a aquisição da egípcia Orascom Cement por 8,8 bilhões de euros. O acordo ampliará a exposição da Lafarge a mercados emergentes.

Às 9h46 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3 exibia alta de 0,45 por cento, a 1.545 pontos. O indicador acumula valorização de 4,2 por cento este ano, que pode marcar a pior performance anual do índice desde 2002.

A Philips (PHG.AS: Cotações) também operava em terreno positivo, subindo 4,25 por cento depois que dois fundos de hedge dos Estados Unidos informaram que querem conversar com a companhia sobre sua performance operacional e estrutura de capital, na mais recente companhia holandesa a ser alvo de acionistas.

As ações do UBS subiam 2,8 por cento depois que o banco revelou 10 bilhões de dólares em novas baixas contábeis relacionadas ao mercado de crédito de risco e informou que obteve injeção emergencial de capital de um fundo do governo de Cingapura e de um investidor do Oriente Médio que não teve seu nome revelado.

"Se você olhar onde as ações de bancos estão agora no ano, você vê que o movimento de pânico já acontecdeu", disse Romain Boscher, diretor de administração de ativos na Groupama Asset Management.

"A questão agora é quão grande são as baixas contábeis e se uma injeção de capital é necessária. O tamanho das perdas é enorme, mas é isso o que as pessoas esperavam e isso vem com uma injeção de capital como solução, assim como vimos com o Citigroup."

As ações do Deutsche Bank (DBKGn.DE: Cotações) subiam 1,5 por cento, BNP Paribas (BNPP.PA: Cotações) tinha valorização de 1,2 por cento e Credit Suisse CSGN.VX registrava ganho de 3,44 por cento.   Continuação...