Com NY, Bovespa reage e fecha acima de 60 mil pontos

quinta-feira, 10 de julho de 2008 18:11 BRT
 

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - A Bolsa de Valores de São Paulo pegou carona na recuperação dos mercados nova-iorquinos e fechou a quinta-feira com valorização, movimento lastreado por consistente volume financeiro.

O Ibovespa subiu 1,2 por cento, para 60.252 pontos. O giro de negócios na bolsa foi de 6,35 bilhões de reais.

O índice chegou a recuar 2 por cento no início do pregão, seguindo a queda de 2,08 por cento do Dow Jones, na véspera, dia em que a Bovespa ficou fechada devido ao feriado estadual da Revolução Constitucionalista.

Para profissionais do mercado, a reviravolta deveu-se a uma combinação de fatores.

No campo externo, os temores de novas perdas de bancos com a crise de crédito nos Estados Unidos ficaram em segundo plano em meio a notícias corporativas animadoras.

A rede Wal-Mart reportou alta de vendas acima das expectativas e elevou a estimativa de lucro para o segundo trimestre. A Dow Chemical anunciou a compra da rival Rohm and Haas por 18,8 bilhões de dólares.

Com isso, os investidores fecharam os olhos até para o recrudescimento das cotações do petróleo. O barril da commodity deu um salto para a faixa dos 141 dólares. O Dow Jones subiu 0,73 por cento.

"Mas as notícias daqui também foram positivas", disse Edson Júnior Hydalgo, diretor da Trust Investimentos, referindo-se a comentários feitos pelo presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, de que pretende trazer a inflação para o centro da meta já em 2009.   Continuação...