PANORAMA2-Sinal de aperto monetário nos EUA impulsiona dólar

terça-feira, 10 de junho de 2008 17:46 BRT
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 10 de junho (Reuters) - A virada do Federal Reserve em direção a uma política monetária mais restritiva mexeu com os mercados internacionais nesta terça-feira, impulsionando o dólar em todo o mundo diante da perspectiva de um aumento do juro norte-americano em breve.

No Brasil, o dólar subiu 1,23 por cento diante do real. Em relação a uma cesta com as principais moedas internacionais, a divisa dos Estados Unidos exibia alta de 1,05 por cento .DXY no final da tarde.

A expectativa do mercado tem sido orientada pela mudança no discurso do chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke. Após meses de cortes no juro para evitar uma recessão, o tom agora é de preocupação com o aumento dos preços de energia e o efeito disso sobre a inflação como um todo.

As commodites reagiram à alta do dólar. O petróleo recuou mais de 3 dólares em Nova York, ajudando a derrubar as ações da Petrobras (PETR4.SA: Cotações) e, junto, o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

A Vale (VALE5.SA: Cotações), que prepara uma oferta de até 15 bilhões de dólares em ações ordinárias e preferenciais, também recuou com força --quase 4 por cento.

Na agenda doméstica, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o Brasil cresceu 0,7 por cento no primeiro trimestre em relação aos últimos três meses de 2007. Ante o mesmo período do ano anterior, o aumento do Produto Interno Bruto (PIB) foi de 5,8 por cento --a maior taxa desde 1996, segundo o governo.

Veja como encerraram os principais mercados nesta terça-feira:   Continuação...