ArcelorMittal: atrasos na Índia elevam custos de projetos

quarta-feira, 10 de setembro de 2008 09:29 BRT
 

NOVA DÉLHI, 10 de setembro (Reuters) - A ArcelorMittal (ISPA.AS: Cotações) enfrenta aumentos de custos na Índia por conta de atrasos em aprovação de órgão regulatórios, e está procurando expandir operações em outros mercados emergentes, afirmou o presidente do conselho da empresa nesta quarta-feira.

A ArcelorMittal (MT.N: Cotações)MTP.PA, maior produtora mundial de aço, afirmou que investirá 20 bilhões de dólares nos próximos dez anos para construir duas unidades siderúrgicas no leste da Índia, nas cidades de Jharkhand e Orissa, para produzir cerca de 25 milhões de toneladas de aço no total.

Mas os custos podem subir 50 por cento por conta dos atrasos na obtenção das aprovações necessárias para as locações, disse Lakshmi Mittal à repórteres em conferência na capital indiana.

"Quando começamos, estimamos custos de cerca de 20 bilhões de dólares... mas há um atraso e os custos sobem. Quanto maior o atraso, maior será o aumento no custo", pontuou.

Apesar desses atrasos, a ArceloMittal continua convicta sobre as perspectivas de crescimento na Índia e está procurando novas oportunidades, observou ele.

A empresa também espera expandir seus negócios em outros mercados emergentes, incluino México e Brasil.

"Acreditamos que essas economias vão continuar a crescer", acrescentou. "Cremos que a demanda de aço continuará crescendo entre 3 e 5 por cento nos próximos 10 anos".

(Reportagem de Rina Chandran)