Venezuela atrasa relógios em meia hora para "socializar a luz"

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007 10:34 BRST
 

CARACAS (Reuters) - A hora oficial da Venezuela foi atrasada no domingo em 30 minutos, para que o país "socialize" a luz solar e a aproveite melhor, segundo o presidente Hugo Chávez.

O fuso venezuelano passa agora a -04h30 GMT (-02h30 em relação à hora oficial de verão do Brasil).

A mudança do horário oficial já havia sido adiada duas vezes. Decreto emitido nesta semana diz que a alteração permitirá que mais venezuelanos comecem seu dia já com luz natural. Também há expectativa de que o dia mais longo coíba a criminalidade.

Há mais de 40 anos a hora oficial da Venezuela havia sido estabelecida como -04h00 GMT (ou seja, quatro horas a menos que a hora oficial de Greenwich, na Inglaterra.

Para muitos opositores do governo, a medida é um mero "capricho" do presidente Hugo Chávez, que se soma a mudanças no nome do país (que virou República Boliviariana da Venezuela) e em detalhes na bandeira e escudo oficiais.

O governo havia suspendido a mudança nos dias 17 e 24 de setembro, alegando que havia requisitos internacionais a serem cumpridos para evitar confusões em telecomunicações e aeroportos, por exemplo.

A medida entrou em vigor às 3h de segunda-feira (2h30 no horário novo; 5h em Brasília), deixando a Venezuela num fuso horário único no mundo.

Alguns outros países também têm horários oficiais quebrados em relação a vizinhos. Um exemplo é o Nepal, que cuja hora legal está 15 minutos adiantada na comparação com a vizinha Índia.