ESPECIAL-Mineradoras vêem desafios em meio à alta de preços

quinta-feira, 10 de abril de 2008 13:50 BRT
 

Por Marcelo Teixeira

SANTIAGO (Reuters) - Mineradoras com operações na América Latina têm desfrutado nos últimos anos de um dos melhores momentos do setor na história, em termos de valor da produção, mas parecem estar convencidas de que também nunca os desafios foram tão grandes.

A relativa escassez de grandes descoberdas, as dificuldades políticas e de regulamentação da atividade na região, custos de operação em elevação com projetos em áreas remotas e falta de mão-de-obra altamente capacitada estão entre os principais problemas apontados por executivos após três dias de debates no Chile, no Fórum Internacional de Exploração na América Latina e na Conferência Mundial de Cobre.

"Há um enorme desafio relacionado a conhecimento geológico, capacitação de pessoas para operações cada vez mais complicadas", afirmou John Thompson, vice-presidente de Tecnologia e Desenvolvimento da canadense Teck Cominco Ltd.

Ele citou projetos em áreas remotas e também em locais de elevada altitude, como no Chile, e disse que avançar no que chama de "Geometalurgia" é essencial.

"Conhecer a fundo os depósitos, sua total potencialidade, oferece um modelo de otimização da atividade de mineração. Um profissional com conhecimento apenas mediano não pode reconhecer o real potencial produtivo ao olhar para uma rocha", acrescentou.

Raymond Jannas, vice-presidente de Geologia e Exploração da Hochschild Mining plc, diz que grandes descobertas estão cada vez mais raras. Citando números do MEG (Metals Economics Group) ele diz que elas caíram de 32 no período de 1996 a 2000 para apenas 12 de 2001 a 2006.

"Para o futuro, os investimentos terão que crescer. A exploração deverá ocorrer em áreas mais profundas e em novos espaços, talvez o fundo marítimo", afirmou.

"É um momento de desafios para a indústria de mineração", disse Eduardo Jorge Ledsham, diretor de Desenvolvimento de Projetos Minerais da Vale. "Há maior competitividade, maior disputa por áreas de exploraçao."   Continuação...