ATUALIZA-Exportação de carne bovina deve crescer pouco em 2008

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007 17:47 BRST
 

(Texto atualizado com mais informações e declarações)

Por Gustavo Nicoletta

SÃO PAULO, 10 de dezembro (Reuters) - As exportações brasileiras de carne bovina deverão registrar um pequeno aumento em 2008, mas a receita das operações deve subir em maior proporção, informou nesta segunda-feira a Abiec, entidade que representa os exportadores.

Segundo a Abiec, as exportações de carne bovina do Brasil deverão atingir aproximadamente 2,62 milhões de toneladas (equivalente em carcaça) em 2008, ante volume de 2,5 milhões de toneladas em 2007, diante da perspectiva de ampliação de mercados e da eliminação de antigos embargos.

A receita esperada para o ano que vem está no intervalo entre 4,89 e 5,11 bilhões de dólares em 2008, contra 4,45 bilhões que devem serem registrados neste ano.

A Abiec tem seguido uma estratégia de elevar o valor agregado nas exportações de carne bovina, optando por produtos com maior grau de processamento e maiores valores por quilo.

"Nosso foco agora não é ganhar campeonato de volume. O que interessa é a renda. Não adianta vender muito se tiver pouca renda", afirmou Marcus Vinicius Pratini de Moraes, presidente da associação, durante uma coletiva.

De janeiro a novembro, o Brasil acumulou 4,09 bilhões de dólares e 2,37 milhões de toneladas em exportações de carne, representando aumento de 7,8 sobre o volume e de 13,85 por cento sobre o valor da mercadoria em comparação ao mesmo período de 2006, informou a Abiec.   Continuação...