October 10, 2008 / 9:03 PM / 9 years ago

PANORAMA2-Após pânico, bolsas reduzem perdas ao fechar semana

4 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO, 10 de outubro (Reuters) - Os mercados financeiros tiveram mais um dia de forte tensão pela crise global de crédito. No encerramento da sexta-feira, no entanto, as bolsas de valores exibiram uma discreta melhora, otimistas com as reuniões do G7 e do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Entre as notícias negativas do dia, a Moody's disse que poderia reduzir o rating do Morgan Stanley (MS.N) e do Goldman Sachs (GS.N) e uma fonte do G7 informou que o grupo dos sete países mais industrializados do mundo não deve adotar a proposta britânica de garantir os empréstimos interbancários.

Mas o mercado agarrou-se na esperança de que o G7, reunido nesta sexta-feira, e o FMI e o Banco Mundial no sábado, façam algo contra a crise. Ainda assim, o Dow fechou abaixo dos 8 mil pontos e o S&P abaixo dos 900 pontos, enquanto a Bovespa acumulou queda de 20 por cento na semana.

No Brasil, os juros futuros continuaram sinalizando que, em meio à crise, o aperto monetário pode acabar antes do previsto inicialmente. O Unibanco revisou o prognóstico para a decisão da Selic em outubro, de alta de 0,50 ponto percentual para estabilidade.

O Banco Central continuou atuando no mercado de câmbio, realizando três leilões de venda de dólares à vista e um de swap cambial. Ainda assim, a moeda saltou 14 por cento na semana ante o real.

Veja como encerraram os principais mercados nesta sexta-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 2,326 reais, em alta de 5,58 por cento. O volume negociado no mercado interbancário foi de 2,1 bilhões de dólares.

Bolsa .Bvsp

O Ibovespa perdeu 3,97 por cento, a 35.609 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 5,4 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros caiu 3,91 por cento, aos 16.215 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam sem tendência comum na BM&F. O DI janeiro de 2010 avançou para 14,99 por cento, enquanto o DI janeiro de 2009 cedeu a 13,96 por cento.

Global 40 braglb40=Rr

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, caiu para 109,0 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 9,19 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil saltou 45 pontos, a 485 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 602 pontos-básicos.

Bolsas Dos Eua

O índice Dow Jones .DJI declinou 1,49 por cento, a 8.451 pontos. O Nasdaq .IXIC teve ligeira alta de 0,27 por cento, para 1.649 pontos. O índice S&P 500 .SPX perdeu 1,18 por cento, aos 899 pontos.

Treasuries De 10 Anos us10yt=Rr

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuava e o rendimento subia para 3,88 por cento no final da tarde, ante 3,78 por cento na véspera.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Por Vanessa Stelzer; Reportagem adicional de Aluísio Alves e Fabio Gherke; Edição de Daniela Machado

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below