Espanha comprará até 30 bi de euros em ativos de bancos

sexta-feira, 10 de outubro de 2008 09:15 BRT
 

MADRI, 10 de outubro (Reuters) - A Espanha comprará até 30 bilhões de euros (41,2 bilhões de dólares) em dívidas de bancos com grau de investimento no quarto trimestre e mais 20 bilhões de euros em 2009 para melhorar a liquidez do setor financeiro e destravar o sistema de empréstimos, informou o governo espanhol nesta sexta-feira.

As compras totais não vão ultrapassar os 50 bilhões de euros e o fundo é uma medida temporária para que os bancos possam emitir dívida de longo prazo que não podem vender durante a crise global de crédito, informou o secretário da Economia, David Vegara, a jornalistas.

"Trata-se de financiamento porque os mercados estão basicamente fechados no momento, isso não tem nada a ver com um plano de resgate", afirmou Vegara a jornalistas durante entrevista à imprensa.

O gabinete espanhol aprovou um plano de financiamento de 50 bilhões de euros nesta sexta-feira, aliado a um aumento nas garantias de depósitos de 20 mil para 100 mil euros, informou o ministério da Economia.

O fundo do governo comprará dívida lastreada em ativos clase AAA e em outros instrumentos via leilões, disse Vegara.

O governo pagará pelo fundo por meio de emissão de dívida pública e espera obter lucro com a compra dos ativos.

Vegara informou que o governo está estudando maneiras de assegurar que os leilões não sejam monopolizados por certos bancos.

(Por Manuel Maria Ruiz)