Inflação em SP acelera, mas fica dentro do esperado

quinta-feira, 10 de abril de 2008 09:07 BRT
 

Por Vanessa Stelzer

SÃO PAULO (Reuters) - Após uma série de surpresas negativas sobre a inflação nesta semana, os dados da cidade de São Paulo divulgados nesta quinta-feira vieram dentro das expectativas, o que, no entanto, não será suficiente para evitar uma alta de juros na semana que vem, de acordo com previsões de analistas.

A inflação ao consumidor em São Paulo subiu a 0,38 por cento na primeira quadrissemana de abril, seguindo a taxa de 0,31 por cento no mês de março, informou nesta quinta-feira a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Analistas previam inflação de 0,37 por cento, segundo a mediana dos prognósticos. Foi a maior taxa desde janeiro.

Desde terça-feira, o Índice de Preços ao Consumidor -- Semanal (IPC-S) e o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) das primeiras leituras de abril e o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de março ficaram acima do esperado, alguns superando inclusive o teto das previsões.

O IPCA mais alto que o esperado levou alguns economistas a revisar seus prognósticos para a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) da semana que vem de estabilidade para alta de juros, juntanto-se à maioria do mercado.

Segundo sondagem da Reuters publicada na véspera, a maioria dos analistas estima uma alta de 0,25 ponto percentual na próxima quarta-feira. Veja mais [ID:nN09209155]

ALIMENTOS SEGUEM FORTES

A aceleração da inflação em São Paulo refletiu os maiores custos de alimentos, que subiram 0,47 por cento no início do mês, maior variação desde janeiro, após alta de 0,27 por cento em março.   Continuação...