Petróleo nos EUA cai com discurso saudita de mercado abastecido

quinta-feira, 10 de abril de 2008 17:13 BRT
 

Por Matthew Robinson

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo fecharam em queda nesta quinta-feira depois que o principal exportador de petróleo do mundo, a Arábia Saudita, insistiu que os mercados estão amplamente abastecidos, apesar da queda nas reservas norte-americana.

Na Nymex, o contrato maio caiu 0,76 dólar, fechando a 110,11 por barril, depois subir no início dos negócios, chegando bem perto do recorde registrado na véspera (112,21 dólares).

Em Londres, o petróleo tipo Brent recuou 0,20 dólar, a 108,20 dólares por barril, depois de atingir um novo recorde a 109,98 dólares. "O mercado subiu com o fraco dólar e problemas na Nigéria, mas o discurso saudita de que os mercados estão bem abastecidos pode ter limitado a alta", disse Tom Bentz, analista da BNP Paribas Commodities Futures.

Ali al-Naimi, ministro do petróleo do principal produtor da Opep, disse que as reservas estão adequadas e os preços recordes não se devem à falta de petróleo, acrescentando que não está planejando aumentar a atual produção.

"Eu não vou recuar. Eu não vou derrubar o mercado de petróleo", disse Naimi em coletiva em Paris.

"Na minha perspectiva, o mercado de petróleo está bem abastecido. O preço não está neste nível por falta de suprimento", ele acrescentou.