Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem, mas média sobe

quinta-feira, 10 de abril de 2008 09:44 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos Estados Unidos declinaram na última semana, mas uma medida que exclui a volatilidade semanal atingiu o maior nível desde o final de 2005, mostraram dados do governo nesta quinta-feira.

O Departamento de Trabalho divulgou que o número de pedidos iniciais recuou para 357 mil na semana encerrada em 5 de abril, ante 410 mil na semana anterior.

Economistas ouvidos pela Reuters previam um dado de 385 mil pedidos.

A média quadrissemanal dos pedidos, considerada uma medida mais precisa das tendências sobre emprego, subiu para 378.250 na semana de 5 de abril, contra 375.750 na anterior. Foi o maior dado desde a semana de 8 de outubro de 2005.