23 de Outubro de 2007 / às 02:48 / 10 anos atrás

JURO-Projeções sofrem correção e sobem na BM&F, apesar do IPCA

Por Angela Bittencourt

SÃO PAULO, 10 de outubro (Reuters) - Os juros sofreram uma correção nesta quarta-feira, inverteram a tendência da véspera e subiram.

Apesar da desaceleração do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que declinou de 0,47 por cento em agosto para 0,18 por cento em setembro, os contratos de depósito interfinanceiro (DI) avançaram na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F).

O movimento refletiu a expectativa de que as pressões vistas nos preços por atacado chegarão aos índices de inflação no varejo.

O DI janeiro de 2008 avançou a 11,05 por cento; o DI janeiro de 2009, a 11,22 por cento; e o DI janeiro de 2010, a 11,26 por cento ao ano.

TÍTULOS PÚBLICOS

O Tesouro Nacional vendeu quase a oferta total de títulos oferecidos ao mercado e voltou a pagar taxas de retorno menores aos compradores.

Desta vez, as taxas garantidas aos cinco vencimentos de papéis prefixados (LTN e NTN-F) vendidos pelo Tesouro acomodaram-se abaixo de 11,5 por cento ao ano.

O Tesouro ofereceu 7,55 milhões de títulos e vendeu 7,3 milhões --pagando 11,244 por cento pela LTN janeiro de 2009 e 11,308 por cento por janeiro de 2010.

A NTN-F com resgate em janeiro de 2011 saiu a 11,413 por cento; janeiro de 2013, a 11,378 por cento; e janeiro de 2017, a 11,458 por cento ao ano.

A liquidação financeira da operação acontece nesta quinta-feira, véspera de feriado, e será equivalente a 6,2 bilhões de reais.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below