PANORAMA2-Volatilidade segue forte, mas bolsas exibem alta

quarta-feira, 10 de setembro de 2008 17:48 BRT
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 10 de setembro (Reuters) - A volatilidade continuou intensa no mercado global, mas desta vez o dia terminou com viés positivo: as bolsas de valores em São Paulo e Nova York subiram, com os investidores aproveitando o tombo recente das ações para comprar a preços considerados atrativos.

A preocupação com o setor financeiro, no entanto, ainda fez estragos nesta quarta-feira. As ações do Lehman Brothers LEH.N, quarto maior banco de investimento dos Estados Unidos e alvo da desconfiança do mercado, terminaram o dia em baixa de quase 7 por cento --na véspera, haviam caído 45 por cento.

O medo de que o Lehman repita o colapso do Bear Stearns, ocorrido há seis meses, levou o banco a antecipar a divulgação dos resultados do terceiro trimestre, com prejuízo de 3,9 bilhões de dólares. O Lehman garantiu que não precisa tomar recursos extras, mas deixou os investidores ressabiados ao não detalhar os planos de venda de ativos.

"Eles tentaram obter capital de fundos soberanos e outras fontes, e isso não funcionou. Agora eles estão vendendo ativos, o que destrói o futuro poder de lucros", disse Bill Fitzpatrick, analista da Optique Capital Management, que não possui ações do Lehman Brothers.

Em outros mercados, o impacto das notícias do Lehman foi menor que em outros dias. Isso permitiu que o dólar se valorizasse diante das principais moedas --com o euro caindo para o menor nível em quase um ano e abaixo de 1,40 dólar no final da tarde.

No Brasil, o dólar acompanhou o mercado de câmbio internacional e teve a oitava alta consecutiva frente ao real.

Os problemas na economia internacional não afetaram o crescimento econômico do Brasil no segundo trimestre. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o país cresceu 1,6 por cento em relação ao trimestre anterior.

  Continuação...