Atuação das tropas na eleição no Rio começa em cinco favelas

quarta-feira, 10 de setembro de 2008 18:06 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As Forças Armadas começam a atuar na quinta-feira na segurança das eleições no Rio de Janeiro, com tropas em seis áreas do Estado, informou o Comando Militar do Leste (CML).

Além das três favelas da zona oeste (Cidade de Deus, Gardênia Azul e Rio das Pedras) anunciadas na terça-feira pelo secretário de Segurança Pública do Estado, José Mariano Beltrame, as Forças Armadas vão operar também nos complexos do Alemão e da Maré, na zona norte, e na cidade de Campos, no Norte Fluminense.

"Nosso objetivo não é proteger candidatos, é fundamentalmente garantir a segurança e a liberdade dos eleitores nessas localidades", disse a jornalistas o tenente-coronel André Luiz Novaes, porta-voz do CML para a chamada Operação Guanabara.

Cada comunidade contará com um efetivo de aproximadamente 500 homens. Nas favelas da zona oeste, atuarão militares do Exército, enquanto no Alemão e na Maré serão homens da Marinha.

Novaes disse que os militares devem ficar em torno de 72 horas em cada comunidade. Depois, os efetivos serão deslocados para outras localidades já mapeadas no Rio, em São Gonçalo, Baixada Fluminense e Norte Fluminense. (Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)