Déficit comercial dos EUA sobe a US$62,3 bi em fevereiro

quinta-feira, 10 de abril de 2008 09:57 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - O déficit comercial dos Estados Unidos cresceu de forma inesperada em fevereiro à medida em que a importação de produtos e outros bens atingiram novo recorde e cresceram mais que as exportações, batendo recorde pelo décimo segundo mês seguido, segundo relatório divulgados pelo governo norte-americano nesta quinta-feira.

O saldo negativo mensal se ampliou 5,7 por cento para 62,3 bilhões de dólares, ante estimativa revisada de 59 bilhões de janeiro. Analistas de Wall Street esperavam que a diferença de ampliasse para 57,5 bilhões de dólares.

Apesar do fraco crescimento econômico dos Estados Unidos ter deflagrado temores de recessão, as importações de bens e serviços subiram 3,1 por cento para 213,7 bilhões de dólares, de acordo com números do Departamento de Comércio.

Numa demanda renovada dos Estados Unidos, os recordes foram estabelecidos também nas categorias individuais de bens de consumo, bens de capital, fornecimento industrial e materiais e alimentos e bebidas.

Enquanto isso as importações de petróleo no país caíram em fevereiro para 37,7 bilhões de dólares após 11 meses consecutivos de aumentos.

(Reportagem de Doug Palmer)