Bolsas dos EUA caem por preocupações com recessão e crédito

segunda-feira, 10 de março de 2008 18:28 BRT
 

Por Justin Grant

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas norte-americanas caíram pela terceira sessão consecutiva nesta segunda-feira, à medida que investidores se livraram de ações financeiras com temores de mais perdas relacionadas à crise de crédito e preocupações de que a economia norte-americana já esteja em uma recessão.

O índice Dow Jones caiu 1,29 por cento, a 11.740 pontos. O Standard & Poor's 500 recuou 1,55 por cento, a 1.273 pontos. O Nasdaq retrocedeu 1,95 por cento, a 2.169 pontos.

As vendas de ações financeiras se intensificaram após rumores de que o Bear Stearns estaria enfrentando uma crise de liquidez. Alan "Ace" Greenberg, chairman do comitê executivo do banco de investimento, chamou a especulação de "totalmente ridícula", mas as ações do Bear Stearns ainda fecharam em queda de 11,1 por cento.

As ações financeiras estiveram entre os piores desempenhos à medida que os rumores do Bear Stearns aumentaram a convicção de que os bancos irão reportar ainda mais perdas com crédito.

O Citigroup previu baixas contábeis de 9 bilhões de dólares nos bancos de investimentos norte-americanos no primeiro trimestre, perdas, em sua maioria, relacionadas à crise do setor imobiliário.

"Existe uma espécie de preocupação de que as condições econômicas norte-americanas que estão se enfraquecendo estejam se espalhando globalmente", disse Frederic Dickson, estrategista de mercado da D.A. Davidson & Co.