Alerta de Goldman sobre EUA derruba mercados da Ásia

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008 07:46 BRST
 

Por Nina Mehra

HONG KONG (Reuters) - As bolsas asiáticas tiveram uma quinta-feira de queda apesar do rali em Wall Street da véspera. Pesaram os temores sobre o crescimento global depois de uma previsão do Goldman Sachs de que haverá recessão nos Estados Unidos este ano.

Os receios acerca do principal destino das exportações asiáticas, os Estados Unidos, devem persistir até que o Federal Reserve faça sua próxima reunião no final do mês, que pode se tornar um divisor de águas, segundo analistas.

Na véspera, o Goldman Sachs afirmou que espera uma recessão da economia norte-americana este ano, com o Produto Interno Bruto (PIB) caindo 1 por cento, em dados anualizados, no segundo e também no terceiro trimestres.

O índice MSCI, das bolsas da Ásia Pacífico exceto Japão, caía 0,3 por cento, para 388 pontos.

O índice vem acumulando uma série de quedas este ano por conta dos sinais de que a economia dos Estados Unidos estaria caminhando para uma recessão.

A bolsa de Tóquio caiu 1,45 por cento, para 14.388 pontos. Na Austrália do índice S&P/ASX 200 perdeu 0,15 por cento, para 6.078 pontos, puxado pelas baixas de mineradoras, como a BHP Billiton.

A Coréia do Sul terminou em queda de 1,07 por cento. Mas as ações da POSCO Co tiveram alta de 3 por cento. Apesar das expectativas de que a quarta maior produtora de aço do mundo reporte uma queda de 11 por cento nos lucros do quarto trimestre, investidores esperam que a empresa anuncie perspectivas de recuperação no atual trimestre.