Poole, do Fed, acredita que economia dos EUA evitará recessão

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008 22:56 BRST
 

ST. LOUIS, Estados Unidos (Reuters) - Os Estados Unidos devem evitar um desaquecimento econômico, mas as chances de uma recessão cresceram, disse o presidente do Federal Reserve de St. Louis, William Poole, na segunda-feira.

"Acho que a melhor aposta é a de que não teremos uma recessão", disse ele ao responder perguntas após discursar na seccional de St. Louis da National Association for Business Economics.

Poole, no entanto, disse a jornalistas: "Não há dúvida que a probabilidade (da recessão) é mais alta do que costumava ser".

O presidente do Fed de St. Louis, que se aposentará em março e não participará da próxima reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto em 18 de março, disse que as metas de taxa de juros do Fed estão bem posicionadas para acalmar a economia contra um menor crescimento e turbulências nos mercados.

"A política está numa boa posição tanto no que diz respeito ao longo prazo quanto para amenizar os impactos dos distúrbios financeiros com os quais estamos lidando", disse ele.

O Fed cortou a taxa de juros em 1,25 ponto percentual, para 3 por cento no mês passado para evitar que a economia entrasse em recessão num momento em que os mercados acionários registravam fortes baixas e aumentavam as evidências de que a desaceleração no mercado de moradias e uma crise de crédito afetarão o emprego e os investimentos.

Ao mesmo tempo, apesar da desaceleração econômica, a inflação saltou para níveis mais altos do que a zona de conforto de alguns formuladores da política monetária.

(Por Joanne Morrison)