Previsão de executivos dos EUA sobre economia melhora no 3o tri

quinta-feira, 11 de setembro de 2008 15:35 BRT
 

Por Scott Malone

BOSTON, Estados Unidos, 11 de setembro (Reuters) - A confiança dos presidentes-executivos se recuperou frente a um nível mínimo de quase cinco anos no terceiro trimestre, com as empresas norte-americanas aumentando levemente a previsão do crescimento econômico de 2008, segundo pesquisa da Business Roundtable, divulgada nesta quinta-feira.

Mas a economia ainda não está fora de perigo, com os presidentes-executivos mantendo a preocupação com a propagação dos efeitos da crise no setor de serviços financeiros.

O índice de previsão econômica de presidentes-executivos da Business Roundtable subiu 4,3 pontos para 78,8 no terceiro trimestre, acima da leitura de 74,5 do segundo trimestre, menor leitura desde o terceito trimestre de 2003. Um número acima de 50 indica crescimento.

"Nós ainda temos diversas questões que precisam se desenrolar do ponto de vista econômico mas temos um certo otimismo (...) sugerindo que talvez estamos chegando perto de sair do buraco", afirmou Harold McGraw, presidente-executivo da editora The McGraw-Hil MHP.N e chairman da Roundtable.

A previsão dos presidentes-executivos para o crescimento econômico subiu para 1,4 por cento, frente a uma expectativa de 1,3 por cento no segundo trimestre.

A pesquisa, que inclui respostas de 100 de 160 empresas que constam na lista da Roundtable, foi realizada entre 11 e 18 de agosto, antes da recente turbulência causada pelo Lehman Brothers LEH.N.

As ações do Lehman perderam aproximadamente três quartos de seu valor nesta semana com os planos de venda de ativos para cobrir perdas geradas por investimentos em ativos vinculados ao mercado imobiliário.

"Todo mundo está preocupado com o setor de serviços financeiros", disse McGraw para repórteres em teleconferência. "Nós estamos em uma crise de crédito neste momento onde temos uma interrupção de empréstimos e então precisamos ver a confiança voltar."