April 14, 2008 / 11:03 AM / 9 years ago

PANORAMA1-Copom e safra de balanços nos EUA prometem agitação

4 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO, 14 de abril (Reuters) - O evento mais aguardado da semana é a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), na quarta-feira após o fechamento dos mercados. Mas até lá uma batelada de indicadores norte-americanos deve manter os investidores ocupados.

A agenda desta segunda-feira ainda é morna. Entre terça e quarta-feiras, no entanto, serão conhecidos os seguintes dados nos Estados Unidos: preços ao produtor e ao consumidor em março, fluxo de capital estrangeiro em fevereiro, construção de moradias e produção industrial também de março, além do Livro Bege do Federal Reserve.

Empresas

Também ganha força a temporada de resultados corporativos nos EUA. A semana trará os balanços de importantes bancos de Wall Street, como Intel (INTC.O), Coca-Cola (KO.N), JP Morgan (JPM.N), Merrill Lynch MER.N, Citigroup (C.N) e Xerox (XRX.N).

Na sexta-feira, o desempenho abaixo do previsto da General Electric (GE.N) abateu os mercados financeiros por indicar que a crise financeira pode ter chegado à economia real.

Commodities E Energia

A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) realiza em Brasília a 30a Conferência Regional para América Latina e Caribe, num momento em que o mundo discute a relação dos preços altos dos alimentos com a produção de biocombustíveis. Participarão do evento delegações de 33 países da região.

No setor de energia, o Rio de Janeiro será sede de congresso da ABVCAP, que reunirá integrantes do setor elétrico e representantes dos segmentos de fontes renováveis de energia.

Para a agenda de indicadores do dia, clique [nN11426197]

Veja como encerraram os principais mercados na sexta-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,691 real, em alta de 0,36 por cento. O volume do segmento interbancário foi de 3,95 bilhões de dólares.

Bolsa .Bvsp

O Ibovespa encerrou com baixa de 1,48 por cento, a 63.585 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 3,8 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros caiu 1,88 por cento, para 37.726 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

As projeções encerraram sem tendência comum. O contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) janeiro de 2009 ficou estável em 12,46 por cento ao ano. O DI julho de 2008 virou nos últimos minutos do pregão e subiu de 11,61 para 11,62 por cento. O janeiro de 2010 ficou em 13,25 por cento.

Global 40 braglb40=Rr

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 135,7 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,10 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil tinha alta de 1 ponto, a 257 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 287 pontos-básicos.

Bolsas Dos Eua

O índice Dow Jones .DJI declinou 2,04 por cento, a 12.325 pontos. O Nasdaq .IXIC perdeu 2,61 por cento, para 2.290 pontos. O índice S&P 500 .SPX teve desvalorização de 2,04 por cento, aos 1.332 pontos.

Treasuries De 10 Anos us10yt=Rr

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subia e o rendimento declinava para 3,47 por cento no final da tarde ante 3,55 por cento na quinta-feira.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Por Daniela Machado e Roberto Samora; Edição de Cláudia Pires

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below