REEDIÇÃO-Leilão de energia terá 14 térmicas e 5 hidrelétricas

quinta-feira, 11 de outubro de 2007 13:28 BRT
 

(Corrige número de projetos térmicos)

RIO DE JANEIRO, 11 de outubro (Reuters) - Cinco hidrelétricas e 14 usinas térmicas foram pré-qualificadas para vender energia no leilão de novos empreendimentos do dia 16 de outubro, programado para garantir o abastecimento energético do país em 2012.

Do total de térmicas, apenas uma usará biomassa e a maioria conta com gás natural para operar, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Ao todo foram qualificados cerca de 9 mil megawatts de um total de 16 mil MW inicialmente habilitados.

Em um momento em que o governo acena com a necessidade de se aumentar o parque hídrico do país, cinco usinas hidrelétricas vão ofertar cerca de 2.400 megawatts.

O potencial instalado foi impulsionado pela participação das usinas de Estreito, no rio Tocantins, entre Maranhão e Tocantins, com 1.087 MW, e Foz do Chapecó, no rio Uruguai, entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina, com 855 megawatts.

Estão ainda habilitadas para o leilão as hidrelétricas Serra do Facão (212,6 MW), em Goiás; Funil (180 MW), em Minas Gerais; e São Domingo (48 MW), em Mato Grosso do Sul.

Entre as térmicas, sete dos 14 projetos são baseados em gás natural, um mercado que a partir do ano que vem começa a ser atendido com as importações de Gás Natural Liquefeito (GNL) pela Petrobras (PETR4.SA: Cotações). Estão qualificadas Araucária (484,5 MW), no Paraná; e Paulínia (492 MW), em São Paulo.

No Rio de Janeiro, os projetos habilitados a gás natural foram a Macaé Merchant (928,6 MW), Paracambi (511,2 MW), Resende (500 MW), Santa Cruz (500 MW) e Termorio (1.036 MW).   Continuação...