Embaixador espanhol diz a deputados que crise está perto do fim

terça-feira, 11 de março de 2008 17:45 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - Em conversa com deputados integrantes da Comissão de Relações Exteriores da Câmara, o embaixador da Espanha no Brasil, Ricardo Peidró, atribuiu a rigores da União Européia a deportação de brasileiros de seu país, mas previu que a situação vá se resolver logo.

Segundo relato de deputados que visitaram a embaixada da Espanha nesta terça-feira, Peidró disse que o Frontex, órgão que regula as fronteiras européias, determina mais ou menos rigor para alguns países que são considerados porta de entrada para imigrantes ilegais.

A Espanha integra essa lista pelo aumento no fluxo de africanos e latino-americanos, teria explicado o embaixador.

"Nós sabemos que o Frontex determinou rigor com relação a três países na América Latina: Brasil, Paraguai e Bolívia", disse o deputado Marcondes Gadelha (PSB-PB), presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara.

Segundo entendimento dos parlamentares, o embaixador espanhol deu a entender que o pior já passou.

"O embaixador fez questão de dizer que essa crise não deve se estender. Deve ficar circunscrita aos fatos que passaram", afirmou Gadelha.