Banco japonês Mizuho reduz novamente previsão de lucro para 2008

sexta-feira, 11 de abril de 2008 08:17 BRT
 

Por David Dolan

TÓQUIO (Reuters) - O japonês Mizuho Financial Group reduziu suas estimativas de lucros para o ano recém encerrado, atingido por um prejuízo de 5,5 bilhões de dólares relacionados às hipotecas de alto risco (subprime), a maior parte de seu braço de corretagem.

As ações do Mizuho, que perderam cerca de metade do seu valor no último ano, dispararam 4,4 por cento nesta sexta-feira após o anúncio com os investidores apostando que o pior momento do banco já passou, apesar de analistas afirmarem que outros credores japoneses ainda terão mais perdas a anunciar.

Diferentemente de outros bancos asiáticos, onde a exposição ao crédito é limitada a investimentos diretos, o Mizuho obteve produtos estruturados e outros investimento de risco através de sua corretora, apontam analistas.

O segundo maior banco do Japão afirmou que agora espera um lucro líquido de 310 bilhões de ienes (3,1 bilhões de dólares) para o ano findo em março de 2008, contra previsão anterior de 480 bilhões de ienes.

O Mizuho havia originalmente estimado lucro líquido de 750 bilhões de ienes para o ano, mas revisou este número três vezes numa espiral de perdas relacionadas ao subprime.

Segundo o porta-voz Masako Shiono, os investimentos ruins no mercado imobiliário norte-americano custaram ao banco 565 bilhões de ienes (5,5 bilhões de dólares) no ano até março de 2008. O banco já havia reportado anteriormente 345 bilhões de ienes em prejuízos com o subprime nos nove meses até dezembro de 2007.

As perdas com subprime nas instituições financeiras japonesas somam cerca de 1,5 trilhões de ienes (14,7 bilhões de dólares), segundo a japonesa Financial Services Agency, menos da metade do que o UBS já perdeu até o momento, por exemplo.