Superávit chinês cresce, mas segue tendência de desaceleração

sexta-feira, 11 de abril de 2008 08:47 BRT
 

Por Zhou Xin

PEQUIM (Reuters) - O superávit comercial chinês subiu em março ante fevereiro, com as exportações mantendo o bom desempenho apesar do aumento do pessimismo acerca da economia dos Estados Unidos. As vendas externas superaram o ritmo das importações pela primeira vez em seis meses.

O saldo comercial subiu 13,4 bilhões de dólares, perto das previsões do mercado, contra 8,56 bilhões de dólares em fevereiro e 6,9 bilhões de dólares no mesmo período do ano passado, segundo números do governo divulgados nesta sexta-feira.

Contudo, o superávit do primeiro trimestre se contraiu para 41,4 bilhões de dólares contra os 46,5 bilhões de dólares nos três primeiros meses de 2007.

Economistas e funcionários do governo afirmaram que os dados são uma nova evidência de que o superávit está crescendo num ritmo mais lento, podendo já ter atingido o teto.

"É muito provável que o superávit comercial deste ano não cresça tanto como no ano passado. Isso é bom. Era isso que o governo tinha como objetivo por tantos anos", afirmou Chris Leung, economista do DBS, em Hong Kong.

O superávit em 12 meses aumentou para 257,1 bilhões de dólares em março contra 250,6 bilhões de dólares em fevereiro, mas abaixo que o superávit de 2007, de 262,2 bilhões de dólares.