Governo dos EUA considera assumir Fannie Mae e Freddie Mac--NYT

sexta-feira, 11 de julho de 2008 10:26 BRT
 

Por Kevin Plumberg

HONG KONG, 11 de julho (Reuters) - O governo dos Estados Unidos considera assumir o controle das agências de hipotecas Fannie Mae FNM.N e Freddie Mac FRE.N se os problemas de financiamento delas piorarem, publicou o New York Times nesta sexta-feira, derrubando as ações das duas empresas.

As ações da Fannie chegaram a desabar 52 por cento na pré-abertura do mercado, enquanto as ações da Freddie afundaram 45 por cento. As ações das duas já derreteram mais de 80 por cento do valor desde agosto do ano passado.

A Fannie e a Freddie, instituições patrocinadas pelo governo e geralmente vistas como tendo suporte implícito de Washington, são consideradas como o último pilar do mercado imobiliário, que vive sua pior crise desde a Grande Depressão.

Elas estão sob fogo cerrado nesta semana com o questionamento dos investidores sobre a capacidade delas para levantar capital suficiente para se manterem ativas.

Segundo o New York Times, citando fontes que preferiram não ser identificadas, o governo estuda um plano em que as empresas ficariam sob sua guarda.

Isso significaria que as ações das empresas valeriam muito pouco, ou nada, e que o prejuízo nos financiamentos imobiliários que elas concederam ou garantiram --metade das hipotecas dos Estados Unidos-- seria pago pelos contribuintes.

Membros do governo envolvidos nas discussões disseram que nenhuma ação é iminente, e que a Fannie e a Freddie não estão em um estado considerado de crise, segundo o jornal.

Um porta-voz da Freddie Mac não quis comentar o assunto. A Fannie Mae e membros do governo dos Estados Unidos não foram encontrados para falar.