Putin critica EUA e Ocidente por conflito na Geórgia

segunda-feira, 11 de agosto de 2008 08:58 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, disse na segunda-feira que o Ocidente confundiu quem é agressor e quem é vítima no conflito com a Geórgia na região separatista da Ossétia do Sul.

Falando à televisão estatal, Putin citou especificamente os Estados Unidos, dizendo que Washington está ajudando a Geórgia a retirar suas tropas do Iraque.

Em discurso emocionado a autoridades de alto escalão do governo, Putin disse que alguns políticos norte-americanos ainda mantêm a mentalidade da Guerra Fria.

"É uma pena que alguns dos nossos parceiros não estejam nos ajudando, mas sim nos atrapalhando", disse Putin. "Quero dizer... a transferência pelos Estados Unidos de um contingente georgiano no Iraque com aviões de transporte militares praticamente para a zona de conflito."

"A escala desse cinismo é espantosa. A tentativa de transformar o branco em preto, o preto em branco e de retratar as vítimas de agressão como agressores e de colocar a responsabilidade das consequências das agressões nas vítimas."

Putin, ex-presidente russo, também disse que o país vai dar uma conclusão lógica para sua missão de paz na Ossétia do Sul.

"É claro que a Rússia vai levar sua missão de paz na Ossétia do Sul a uma conclusão lógica. Vamos nos esforçar para trabalhar as relações com todos os participantes deste conflito e isso inclui, é claro, o lado georgiano."

(Por Guy Faulconbridge)