Inflação na China salta para maior nível em quase 12 anos

terça-feira, 11 de março de 2008 07:55 BRT
 

Por Eadie Chen e Jason Subler

PEQUIM (Reuters) - A inflação ao consumidor na China saltou em fevereiro para o maior nível em quase 12 anos, 8,7 por cento, deixando o banco central em um dilema com relação a uma eventual elevação na taxa de juros.

Em janeiro, a inflação foi de 7,1 por cento e economistas esperavam para o mês passado taxa de 8,0 por cento.

"Há uma crescente preocupação de que a inflação na China está saindo do controle", disse Li Huiyong, analista do Shenyin & Wanguo Securities, em Xangai.

As ações inicialmente caíram, antecipando juros mais altos. Mas o principal índice de Xangai se recuperou pela visão de investidores de que más condições climáticas e outros fatores temporários estão por trás do repique inflacionário.

O banco central chinês elevou o juro seis vezes em 2007.

O escritório de estatísticas do país culpou o clima de inverno e os aumentos sazonais de preços --devidos ao feriado do Ano Novo Lunar-- pela inflação mais alta.

Esses fatores contribuíram para que o custo de alimentação subisse 23,2 por cento frente a fevereiro do ano passado. A carne de porco, a mais consumida pela população chinesa de 1,3 bilhão de pessoas, custa 63,4 por cento mais que no ano passado. Os vegetais acumulam alta de 46 por cento e o óleo de cozinha avançou 41 por cento.