Morre governador de Roraima Ottomar Pinto aos 76

terça-feira, 11 de dezembro de 2007 19:54 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O governador de Roraima, Ottomar de Sousa Pinto (PSDB), de 76 anos, morreu, em Brasília, nesta terça-feira em decorrência de problemas cardíacos, informou seu secretário de Comunicação.

Diabético e cardíaco, ele passou mal nesta manhã. Um assessor foi a seu quarto de hotel por volta de 8h30, quando o governador não conseguiu abrir a porta do apartamento, o que foi feito por um funcionário do hotel. Um médico foi chamado e depois Ottomar foi levado de ambulância ao Incor-DF onde chegou às 13h02 e morreu às 13h42.

Boletim médico divulgado pelo Incor-DF informa que a causa da morte foi em decorrência de parada cardiorrespiratória.

Ele já chegou ao hospital sem sinais vitais (pulso, frequência cardíaca e respiratória).

"O quadro se mostrou refratário às manobras de reanimação cardíaca empregadas pela equipe de emergência do hospital", diz o boletim.

Ottomar seria recebido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para tratar da transferência de terras da União para o Estado, disse o secretário de Comunicação, Rui Figueiredo.

No final da tarde, Lula divulgou nota dizendo-se surpreso com a morte do governador.

"Recebi, surpreso e consternado, a notícia da morte do governador de Roraima, Ottomar Pinto. Quero transmitir à família, aos amigos e correligionários de Ottomar os meus sentimentos e desejar a eles a coragem necessária neste momento de luto e de dor", diz a nota.

O corpo deve ser trasladado para a capital, Boa Vista, onde será enterrado, ainda sem data definida.   Continuação...