CÂMBIO-Dólar cai com cautela em semana de agenda cheia

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008 10:13 BRST
 

SÃO PAULO, 11 de fevereiro (Reuters) - O dólar operava em queda nesta segunda-feira, seguindo com cautela os passos dos principais mercados mundiais, enquanto investidores procuram avaliar as reais possibilidades de uma recessão da economia norte-americana.

Às 10h12, a moeda norte-americana BRBY caía 0,23 por cento, a 1,766 real. Na última sexta-feira, a divisa fechou cotada 1,770, em alta de 0,68 por cento, à medida que o temor de uma recessão da maior economia do mundo elevou a aversão ao risco.

Segundo Marcos Forgione, analista da Hencorp Commcor Corretora, o mercado de câmbio doméstico continua ligado aos mercados externos.

Na Europa, os mercados acionários operavam no vermelho, em Wall Street os futuros apresentavam números praticamente estáveis.

"Ainda tem a aversão ao risco", disse o analista. Ele ressaltou que está otimista e lembrou que o mercado "pintou um quadro preventivo mais negativo". Segundo Forgione, as grandes diferenças entre as taxas de juros externas e a taxa doméstica, que incentivam as operações de arbitragem, devem conter as eventuais valorizações do dólar e potencializar a queda da moeda.

"A agenda norte-americana desta semana tem o potencial para mexer com os mercados", afirmou Miriam Tavares, diretora de câmbio, da AGK Corretora de Câmbio, em informativo. "Além da divulgação de dados relevantes de atividade como vendas no varejo e produção industrial, cinco dirigentes do Fed falam em público ao longo da semana."

Ainda nesta semana, os mercados devem aguardar o pacode de estímulo econômico de 152 bilhões de dólares que o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, prometeu sancionar até sexta-feira.

(Por Fabio Gehrke; Edição de Alberto Alerigi Jr.)