Al Gore e comitê de clima da ONU ganham Nobel da Paz

sexta-feira, 12 de outubro de 2007 09:52 BRT
 

OSLO (Reuters) - O ex-vice-presidente dos Estados Unidos Al Gore e o comitê de clima da Organização das Nações Unidas (ONU) venceram o Prêmio Nobel da Paz de 2007 pelo trabalho de conscientização sobre a ameaça do aquecimento global.

"Ele é provavelmente a pessoa que mais fez para criar uma maior compreensão mundial sobre as medidas que precisam ser tomadas", afirmou o comitê do Nobel, que escolheu os premiados entre 181 candidatos.

"O comitê (da ONU) criou um amplo consenso sobre a conexão entre as atividades humanas e o aquecimento global", acrescentou.

O Comitê Intergovernamental de Mudança Climática da ONU reúne 2.500 pesquisadores de mais de 130 países e divulgou relatórios este ano culpando atividades humanas pelas mudanças climáticas que vão de mais ondas de calor a inundações. O painel foi implementado em 1988 pela ONU para ajudar a guiar os governos.

Desde que deixou o governo em 2001, Al Gore tem feito palestras sobre a ameaça do aquecimento global e no ano passado estreou em seu próprio documentário "Uma Verdade Inconveniente" para alertar sobre os perigos das mudanças climáticas.

Foi o primeiro Nobel da Paz para defensores do clima, embora em 2004 o prêmio tenha ido para Wangari Maathai, do Quênia, por seu trabalho em fazer com que mulheres da África plantassem árvores --uma expansão inicial do conceito de paz para trabalho pelo meio ambiente.

O prêmio é equivalente a 1,54 milhão de dólares e será entregue em Oslo em 10 de dezembro.

 
<p>O ex-presidente norte-americano Al Gore e o comit&ecirc; de clima da Organiza&ccedil;&atilde;o das Na&ccedil;&otilde;es Unidas (ONU) ganharam o Pr&ecirc;mio Nobel da Paz de 2007 por seu trabalho de conscientiza&ccedil;&atilde;o sobre a amea&ccedil;a do aquecimento global. Photo by Kiyoshi Ota</p>