Inflação inicia fevereiro em queda e aponta mês calmo

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008 11:20 BRST
 

Por Vanessa Stelzer

SÃO PAULO (Reuters) - A inflação iniciou fevereiro em desaceleração, sugerindo que as fortes leituras dos últimos meses podem ter ficado para trás e que o mês encerrará com taxas menores que em janeiro.

O recuo resultou de menores preços de alimentos, queda dos custos de vestuário e desaceleração da alta de educação após a pressão sazonal em janeiro.

Em São Paulo, a inflação ao consumidor caiu a 0,30 por cento na primeira quadrissemana, ante taxa de 0,52 por cento no mês de janeiro, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) na terça-feira. O dado ficou abaixo da previsão de analistas ouvidos pela Reuters, de 0,42 por cento.

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) informou que o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) subiu 0,42 por cento na primeira prévia de fevereiro, em linha com o esperado e abaixo da alta de 0,67 por cento no mesmo período de janeiro.

"Os resultados... com informações parciais de fevereiro também deverão reforçar a avaliação de melhora no cenário de inflação no curto prazo", disse Elson Teles, economista-chefe da Concórdia Corretora.

A desaceleração da inflação deve se manter até o final do mês, segundo o mercado.

Alex Agostini, economista-chefe da Austin Rating, prevê para o IGP-M fechado de fevereiro uma alta de 0,60 por cento, comparada à elevação de 1,09 por cento em janeiro.

Para o indicador da Fipe, a projeção dele é de variação positiva de 0,15 por cento em fevereiro, contra 0,52 por cento em janeiro.   Continuação...