Itaú tem lucro recorde e vê 2008 com otimismo

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008 16:47 BRST
 

Por Alberto Alerigi Jr. e Cesar Bianconi

SÃO PAULO (Reuters) - O Itaú, um dos maiores bancos privados do país, registrou lucro líquido recorde de quase 8,5 bilhões de reais em 2007, incluindo o ganho de cerca de 1,3 bilhão de reais pela venda de participações em empresas como a Redecard.

O resultado do Itaú supera os números de seu rival de maior porte, o Bradesco, que em janeiro divulgou lucro anual de 8,01 bilhões de reais.

Apenas no quarto trimestre o ganho do Itaú foi de 2 bilhões de reais, alta de 58,6 por cento sobre o mesmo período do ano anterior.

O lucro recorrente do banco --aquele que exclui os itens extraordinários e que está diretamente ligado ao desempenho operacional-- foi de 1,8 bilhão de reais de outubro a dezembro e de 7,2 bilhões de reais nos 12 meses de 2007. Isso se compara a 1,6 bilhão e 6,2 bilhões de reais, respectivamente.

A alavanca do resultado do Itaú foi, mais uma vez, o crédito. A carteira de empréstimos cresceu 36,2 por cento, atingindo 127,6 bilhões de reais. O destaque ficou com os financiamentos para pessoa física, que avançaram 35 por cento, para 54,42 bilhões de reais. Nesse segmento, o crédito para compra de veículos disparou 64,4 por cento.

Para 2008, o presidente do Itaú, Roberto Setubal, espera expansão de 25 a 30 por cento da carteira de crédito, considerando crescimento da economia de 4,5 por cento.

"A gente continua muito otimista com o Brasil... De uma forma geral, todos os negócios do banco estão em forte expansão", afirmou ele a jornalistas, minimizando a possibilidade de contágio pelos problemas na economia dos Estados Unidos.

"A nossa economia funciona muito em função da demanda interna. Nesse sentido, a economia (brasileira) vai muito bem", acrescentou o executivo.   Continuação...